Buscar
  • Claudia Vilas Boas

Jogo de Xadrez

Conhece o jogo de xadrez?

Aquele que exige raciocínio, estratégia, paciência e observação?

Muitas vezes é assim que me sinto. Vivendo em um imenso tabuleiro, porém, em vez de quadriculado, redondo e azul.

Um tal planetinha Terra.

Um mundo de dualidades, inserido numa constante luta entre dois lados. Entre o bem e o mal, a Luz e a escuridão.

Como no xadrez as peças com mais poderes e relevância são em menor número. Um Rei, uma Rainha, 2 Torres, 2 Bjspos e 2 Cavalos, ao todo oito peças. Já os peões, o pequeno exército que segue à frente, com movimentos bem mais limitados, somam o número total dos poderosos, ou seja, também 8 peças.

Normalmente, são estes sacrificados para proteger os demais, principalmente o Rei. Uma vez que, se colocado em xeque, sem possibilidade de escapar da captura, o jogo termina com a vitória do adversário.

Na história do mundo sempre foi assim, alguns poderosos, seus castelos, exércitos e igrejas, comandando o jogo e se utilizando dos peões, que cumprem fielmente seu papel e sacrifício.

Raramente um peão consegue escapar da captura durante o embate e alcançar o lado oposto do tabuleiro, conquistando, assim, o direito de assumir o status de uma peça do alto comando, com exceção do Rei.

Apesar de suas limitações, esse pequeno exército é valente e essencial, embora pouco valorizado.

O jogo que se desenvolve atualmente, é a partida final do campeonato.

Alguns peões já entenderam a importância de seus movimentos e assumiram seu poder na batalha.

O inimigo encurralado, tenta jogadas arriscadas, e muitas vezes desleais, ignora a força dos peões e no desespero vai perdendo material para continuar na partida.

Lembrando, que há somente duas possibilidades de encerrar o jogo. Na verdade, três, contudo o empate aqui não se aplica. É uma hipótese fora de cogitação.

As demais são: o oponente desistir ou abandonar o jogo, ou, o xeque-mate ao Rei adversário.

O relógio não para. Tic Tac, Tic Tac.

Cada lance é um ponto de Luz na escuridão, e enfraquecimento do rei inimigo, que em breve estará derrubado sobre o tabuleiro.

Aos vencedores a Glória e aos derrotados a volta para sua caixa de origem, aguardando a possibilidade de uma nova partida, dessa vez, sem truques, de acordo com as regras, para atingir o objetivo do jogo planetário: um passo adiante na evolução.

#pracegover #pratodosverem Imagem de um tabuleiro, com peças reluzentes, em meio a colunas desmoronando. Ao fundo um céu azu,.


33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo