Buscar
  • Claudia Vilas Boas

Trabalho

Em uma conversa sobre abundância e prosperidade, surgiu a questão de, por quê algumas pessoas, apesar de esforçadas e competentes, não conseguem sucesso em suas atividades profissionais?

Inconscientemente talvez tragam dentro de si a associação de trabalho a castigo.

Buscando a origem etimológica, descobri que o termo trabalho é originário do latim tripalium , que designa instrumento de tortura. Por extensão, significa aquilo que fatiga ou provoca dor. Sendo assim, o verbo tripaliare (ou trepaliare), significava, inicialmente, torturar alguém no tripalium. É bem provável, que tenha nascido aí a associação de que o trabalho é algo desgastante.

Existe até uma frase que diz: “Escolha um trabalho que você ame e não terá que trabalhar um único dia em sua vida.” (autoria atribuída a Confúcio)

Mas, entendo que se conseguíssemos mudar essa associação negativa, poderíamos desbloquear o que nos impede de prosperar. Mesmo que nosso trabalho atual não seja no que gostaríamos de fazer, efetivamente, talvez ele seja o degrau que nos possibilitará iniciar nossa subida até atingirmos o topo, o nosso objetivo maior.

Por isso, mesmo diante das dificuldades de cada dia, em um trabalho que não nos deixe satisfeitos como desejaríamos, se pudermos olhar com otimismo e gratidão, isso nos impulsionará ao próximo patamar.

E se, ao invés de associarmos a palavra trabalhoso a adjetivos como, custoso, difícil, complicado, passemos a relacioná-la a substantivos como, por exemplo, empenho, competência, determinação. Fazendo disso um ingrediente especial para o almejado resultado. Assim como a semente, que, se bem cultivada, nos dará flores, frutos e sombra.

Repetindo o que já disse uma vez, a vida tem a energia que colocamos nela. Ou passamos o tempo todo reclamando (re-clamando, clamando por mais daquilo) e recebendo de volta toda essa negatividade ou assumimos uma posição de vencedores, determinados a atingir nossos propósitos. E para isso é primordial que sejamos gratos. Gratos pela oportunidade do primeiro passo, gratos pela confiança em nós mesmos, gratos pelo trabalho que nos faz desenvolver nossas capacidades e assumir o total controle de nossas vidas.

E encerro com uma citação que gosto muito, que uso quase como um mantra: “O hábito de agradecer, libera o fluxo de receber”.

#pracegover imagem de uma mulher vestindo um avental preto, sobre camisa xadrez, branco e preto, mangas dobradas, relógio dourado no braço esquerdo. Na cabeça um chapéu na cor palha com uma faixa preta. Está segurando, entre os braços, um cesto com maçãs vermelhas e verdes. Ao seu lado há uma árvore e ao fundo, desfocado, um jardim.


23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tropeços