Buscar
  • Claudia Vilas Boas

Solitude

Como anda seu relacionamento com a pessoa mais importante da sua vida? Sabe quem ela é? VOCÊ

Isso mesmo...VOCÊ

Já parou para avaliar que se você não se sente bem consigo mesmo, nenhum lugar do mundo será interessante, bonito ou agradável o suficiente?

Por que tantas pessoas entram em desespero diante da falta de companhia?

Sentem-se solitárias, carentes e abandonadas.

Estar sozinho, não necessariamente significa sentir-se solitário.

Em alguns momentos essa é uma grande oportunidade de conhecermos a nós mesmos, curarmos feridas e ressignificarmos sentimentos, memórias e situações.

Momento de reconexão e aprendizado. De conhecimento e reconhecimento.

Possibilidade de viajar para dentro de si e explorar todos es recantos e encantos da sua própria alma. Iluminar os espaços sombrios e colorir as paisagens cinzentas.

Fazer uma pausa e se permitir viver em total solitude.

Solitude ao contrário de solidão, nos traz uma sensação de paz, de plenitude. É estar conectado a si próprio, desfrutando de um tempo só para si, para suas reflexões, exposição de tudo o que precisa ser visto, aceito ou curado.

Uma longa e boa conversa franca consigo mesmo.

Uma pausa para ser ouvido sem interferências externas.

A sensação de completude é tão imensa, que reflete na aparência, e em tudo à nossa volta.

Passamos a ser uma companhia melhor, todos os lugares nos fazem sentir confortáveis e acolhidos.

Praticar a solitude é um exercício de cura e auto-amor. Uma pausa necessária em alguns momentos, para retomar o equilíbrio e lembrar que cuidar de si não é uma atitude egoísta, ao contrário, é uma forma de tornar melhor o mundo que te rodeia. Quando estamos bem conosco automaticamente contagiamos tudo à nossa volta com os melhores sentimentos e energias.

Nossa presença agrega, ilumina. E a partir daí, tudo flui de forma mais leve e simples. Sem esforço, sem imposição ou tolerância forçada.

Ser apenas você, naturalmente, é um prazer e uma conquista merecida.

Quando os dias te parecerem pesados e sombrios. Pause! Pratique e desfrute a solitude. Você merece e o mundo agradece.

#pracegover imagem de parte do corpo de uma mulher, com um vestido vermelho de bolinhas brancas, em um campo, empurrando uma bicicleta vermelha com uma cesta de margaridas e uma garrafa de champanhe.


35 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

Culpa