Buscar
  • Claudia Vilas Boas

Seja parte da solução

De tempos em tempos surgem certas expressões que acabam ganhando destaque. Uma delas é o tal "ódio do bem". Mas...será que existe “ódio do bem”?!

Ódio é uma energia negativa, uma energia destrutiva. O que torna essa expressão extremamente incoerente.

Se você quer ser ouvido fale com amor. A vida é um eco, onde se recebe de volta o que se doa. Quando se demonstra ódio não importa o teor do que você queira passar adiante, teu ódio contamina sua mensagem. Portanto, se você quer ser ouvido não grite, não agrida, não incite discórdia. Há uma frase bem antiga que diz que só o amor constrói, e é a mais pura verdade. Nossa sociedade está sendo destruída pelo ódio, pela incompreensão, pelo desrespeito à opinião alheia. Ninguém mais está disposto a ouvir. Uma boa parte das novas gerações não tem mais iniciativa para nada, preferem repetir narrativas alheias à buscar por si próprios a informação e analisar todos os lados de uma questão, todas as teorias a respeito, comparar as divergências e buscar as convergências. Acostumaram-se ao conforto e facilidade. Não se dispõem a observar se a teoria condiz com o que presenciam em suas vidas. Pensar, questionar e buscar respostas dá muito trabalho.

Contudo, sendo parte da sociedade, parte do mundo, é preciso aprender a observar e analisar o que te rodeia. A realidade que te cerca traz muito suporte para tirar suas próprias conclusões. Informação é a moeda mais valiosa. Quando se tem conhecimento verdadeiro, isso te protege, como um escudo, de manipulações e de interesses escusos. Ninguém precisa ser partidário de nada para ser incluído e respeitado. Mas é fundamental que ao se expressar, principalmente de forma pública, você tenha embasamento. E isso exige disciplina, estudo, dedicação. E hoje as pessoas têm preguiça de buscar a informação. De ler, de dedicar algumas horas a agregar mais valor a si próprio. Não dá para querer fazer diferença no mundo sem ser diferente, ou sendo indiferente. Não podemos nunca perder de vista que o coletivo é formado por pequenas ações individuais. Toda e qualquer mudança coletiva requer que antes haja uma tomada de consciência e adesão individual. Para ser parte da solução de qualquer situação, é preciso que nos tornemos indivíduos melhores, ou correremos o risco de nos tornarmos parte do problema.

#pracegover sobre um fundo azul ilustração de vários bonequinhos amarelos sorridentes e sobre um deles uma lupa mostra um único bonequinho cinza triste, abaixo outra ilustração com vários bonequinhos cinzas e tristes e sob a lupa um bonequinho amarelo sorridente.


16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tropeços