Buscar
  • Claudia Vilas Boas

Maturidade

Atualizado: 15 de Ago de 2019

Uma das vantagens da maturidade é que você já não perde mais tempo com hipocrisia, você já caminhou muito, tropeçou, caiu, levantou e aprendeu a se equilibrar depois de cada tombo. E melhor ainda, aprendeu a cair, e isso é muito, muitíssimo importante. Porque sempre existirão quedas, mas acabamos aprendendo a nos proteger e nos machucarmos menos. Isso nos economiza muitos pontos e ataduras. Água e sabão e até um pouquinho de “merthiolate” acabam resolvendo.

Você percebe que não precisa provar mais nada para ninguém, que já mostrou do que você é capaz principalmente a você mesmo. Então não há mais espaço para falsidades, meias verdades, joguinhos e máscaras. Você já sabe quem é e quem merece estar com você.

Você já fez suas escolhas, nem sempre as mais acertadas, mas foram elas que te conduziram à sua estrada, ao seu caminho. Foram elas que construíram a pessoa que você é hoje. E serão elas que continuarão definindo as novas rotas, experiências, crescimentos, histórias...mas de forma mais leve, sem cobranças.

Na maturidade tomamos consciência de que perdemos tanto tempo nos preocupando com os julgamentos alheios, e que na verdade isso não fazia a menor diferença. Porque todo progresso, crescimento, conhecimento, enfim, toda a sabedoria adquirida ao longo dos anos foi conquistada por nós mesmos, através dos nossos erros e acertos. E quando olhamos para trás e revemos nossa trajetória, o caminho percorrido, os obstáculos vencidos, como não sentir uma pontinha de orgulho de nós mesmos?

Os sentimentos de liberdade, plenitude e gratidão são mais presentes e mais valorizados. É chegado o momento de viver com mais intensidade a nossa vida, a nossa verdadeira essência.

Ah e que venham as ruguinhas, os fios brancos, talvez os quilinhos a mais, porque hoje já sabemos que somos muito mais do que aparência, o que nos manterá interessantes, joviais e atraentes será o brilho nos olhos e o sorriso nos lábios, aquela leveza de quem já não se leva tão a sério e se permite uma insensatez vez ou outra. Porque vamos combinar: nessa altura da vida, já estamos na descida da montanha russa, então, o melhor é jogar as mãos pro alto e aproveitar a diversão até o fim.

#pracegover imagem da traseira de um carro conversível vermelho, sentada ao volante uma mulher com os braços para cima. A frente do veículo uma estrada arborizada.



55 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

Limões

Distopia

Milagre