Buscar
  • Claudia Vilas Boas

Limões

Se te pedissem para descrever um limão, como você o faria?

Falaria das propriedades terapêuticas, das inúmeras possibilidades de uso na culinária, tanto em bebidas, como no toque especial nos pratos e equilíbrio nas sobremesas?

Lembraria que do limão praticamente tudo se aproveita, da casca ao bagaço?

Ou…diria apenas que é uma fruta muito azeda?

Pois bem, muitos recebem da vida as mesmas oportunidades ou a falta delas. Recebem a mesma qualidade e quantidade de limões. Porém, enquanto uns ficam reclamando e amaldiçoando o azedume e acidez, outros fazem limonada, caipirinha, chá, mousse, torta e tantas maravilhosas iguarias.

São os transformadores, os criativos, os curadores. Os não acomodados, que não se deixam cair no vitimismo. Que dão forma e significado à palavra resiliência.

São verdadeiros exemplos a ser seguidos e admirados. Desconhecem o termo zona de conforto. Vieram ao mundo como sementes e cumpriram a missão de germinar e produzir bons frutos.

Todos nascemos com esse potencial, mas os resultados que colhemos são consequências do que plantamos, do preparo e escolha do solo e dos cuidados necessários. O êxito depende do nosso trabalho. Se não regar, podar e adubar não vai vingar, não teremos colheita. Não haverá frutos, nem novas sementes.

E não adianta se vitimizar e culpar o solo ou a semente. O sucesso depende do empenho de cada um.

Temos os limões, as possibilidades são infinitas e as escolhas individuais.

Então me conta, o que você tem feito com seus limões?

#pracegover imagem de uma carreta, de food truck, amarela com toldo listado nas cores amarela e branca, tendo no lado direito prateleiras cheias de limões e na frente uma placa amarela com a palavra LEMONADE, escrita em verde.



38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tropeços