Buscar
  • Claudia Vilas Boas

Extinção

Mais uma insanidade fundamentada no tal ódio do bem. Típico comportamento da geração alecrim dourado.

Mais uma das invencionices incoerentes dessa galerinha do Reino da Hipocrisia.

Ainda estou tentando digerir a última crueldade lançada como distração para os incautos.

Um caso perturbador para quem ainda preserva dentro si, um mínimo de compaixão.

O que é claro para mim é que duas pessoas inescrupulosas se aproveitaram da situação para ganhar com suas pautas abjetas.

Um jornaleco sensacionalista e sem credibilidade alguma e uma advogada que deveria ter preservado a sua cliente.

Tem que ser muito idiota para achar que estavam preocupados com saúde e segurança da menor.

E de tantos irresponsáveis envolvidos nesse caso extremamente triste, o único que arcou com as consequências foi quem nenhuma culpa tinha.

O correto não seria em primeiro lugar verificar os responsáveis pelo acontecimento?

Falaram em abuso, mas esconderam a identidade do abusador.

E será que não foi proposital? Pois isso mudaria todo desfecho do caso.

O que não corroboraria com essa pauta cruel e insana.

Que tipo de gente é essa? Querem pregar coletivismo, mas não conseguem arcar com as próprias responsabilidades.

E depois os loucos são os outros.

Prefiro mesmo ser louca do que fazer parte desse mundo doente e invertido.

Só sendo muito cego para não perceber que estão tentando nos empurrar goela abaixo toda sorte de inversões.

Mulher vulgar é sinônimo de empoderamento, bandido é vítima da sociedade, seletividade nas vidas que importam.

Realmente pra viver nesse mundo invertido quando se tem valores e amor pelo próximo, o verdadeiro, não esse da boca pra fora, cheio de hipocrisia, tem que estar munido de muita fé e resiliência.

Essa corja se infiltrou como serpente, silenciosamente se rastejando, para dentro dos lares e famílias.

Todos estamos tendo que lidar com essa cegueira em algum nível.

É cansativo, e há momentos em que isso nos abala profundamente.

Bate o desânimo, a ansiedade, o desespero. E precisamos deixar que isso seja processado para ser purificado.

Há muito ainda que ser limpo e liberado, e por isso ainda nos pegam desprevenidos com essas atrocidades.

Por mais dolorido que pareça, ainda prefiro acreditar, que o mundo não está piorando, ele está sendo exposto, para que a devida ordem e moralidade possa ser restaurada.

O mundo como conhecemos até aqui está à beira da extinção.

O inimigo se revelou, e a batalha está sendo travada. O bem contra o mal.

Estamos caminhando para o fim ou para um novo começo?

Que o coração de cada um da humanidade saiba escolher com sabedoria e, principalmente, com muito amor.

#pracegover #pratodosverem imagem em preto e branco de dois pares de mãos, papai e mamãe, formando um coração envolvendo os pés do bebê.


25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sucesso