Buscar
  • Claudia Vilas Boas

Egrégora

Egrégora (do grego egrêgorein, velar, vigiar), é uma palavra que tem como significado, o seguinte: uma força espiritual que resulta da soma das energias mentais, físicas e emocionais provenientes de duas ou mais pessoas reunidas em grupo.

Sendo uma soma de energias, dependendo do tipo de intenção emitida, o resultado poderá ser negativo ou positivo.

Muitas vezes somos atraídos por vibrações de pessoas que combinam com nossa sintonia.

Um grupo de pessoas ligadas coletivamente por um propósito e sentimentos genuínos pode produzir frutos poderosos.

Se as pessoas soubessem o poder de um coletivo vibrando com amor e intenções positivas, o mundo teria mais luz e menos sombras.

Somos energia, e o tempo todo emanamos e atraímos ondas vibracionais.

Como uma estação de rádio sintonizamos com as ondas que ressoam com nosso sistema receptor, nosso coração.

Essa sintonia faz com que a energia de cada indivíduo seja potencializada quando em sincronia com as demais.

Não há uma troca, mas sim uma divisão dessa energia otimizada, que atinge a todos ligados a ela.

Como se um imenso coração bombeasse sangue para todas essas células, nutrindo-as e enchendo-as de vigor.

E a qualidade do que se exala influência na repercussão.

Todo ponto de luz é imensamente intensificado, redobrado. Luz multiplica luz.

Em contrapartida, também a negatividade se amplia, enegrecendo e deixando doentes os corações conectados nessa baixa vibração.

Por isso, é necessário que estejamos vigilantes, atentos e cuidemos dos nossos pensamentos e intenções, para que possamos blindar nossos receptores e protegê-los de interferências e ruídos.

Que possamos vibrar em ondas de luz, amor e bondade, para disseminar as mais belas melodias, que somente corações nessa sincronicidade têm potencial para compor.

#pracegover um grande coração de luz branca, se multiplicando em várias esferas de luz branca, sobre um fundo dourado.


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tropeços