Buscar
  • Claudia Vilas Boas

Amor em forma bruta

Atualizado: 15 de Ago de 2019

Lembro da frase de uma amiga que me impactou profundamente “muitas vezes pensamos ser queridos e acabamos descobrindo que éramos apenas tolerados”.

E constatei como isso é verdade. Muitas vezes depois de anos de convivência com certas pessoas, em alguns casos uma convivência necessária, imposta por condições familiares, profissionais ou algo do tipo, nos sentimos queridos, incluídos, mas diante de uma mudança nessas situações percebemos ocorrer um afastamento.

E descobrimos que na verdade todo o carinho e atenção não era legítimo, não havia sinceridade. Era um vínculo mantido apenas pela necessidade de convivência e não por escolha das pessoas envolvidas. Um vínculo meramente circunstancial.

A princípio pode ser decepcionante, triste, mas por outro lado é extremamente positivo, porque ninguém deveria ser obrigado a conviver com quem não é sincero, com quem apenas finge sentimentos.

Assim como também não deveríamos nos sujeitar a convivências tóxicas baseadas em convenções ou conveniências.

Relações saudáveis necessitam de reciprocidade para sobreviverem com qualidade, sejam relacionamentos amorosos , amizades ou relações familiares.

E no final das contas e com o passar dos anos, um dia todos nós acabamos percebendo o que realmente importa, quem realmente vale a pena ter ao nosso lado, por escolhas mútuas, por sintonia, por afinidade. E que isso nos traz paz e aconchego!

Chegamos, então, à conclusão de que é muito melhor uma ausência sincera, honesta, do que uma presença forçada.

Relacionamentos são vias de mão dupla. Não prosperam sem reciprocidade e sem sinceridade.

Acredito que quando a felicidade do outro nos faz sentir genuinamente felizes, essa seja a mais pura forma de amor. E esse é o tipo de sentimento que devemos cultivar e preservar.

Amor na sua essência, amor em forma bruta.

#pracegover imagem de várias pedras em tons de cinza e sobre elas uma pedra vermelha em formato de coração


53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Limões

Distopia

Milagre