Buscar
  • Claudia Vilas Boas

Ajuda

Todos precisamos de ajuda.

Muitas vezes nos vemos atribulados, sobrecarregados e precisando de um auxílio...que não vem. Mas por que isso acontece?

Sem perceber, não raramente, nos colocamos numa posição de absoluto controle. Em muitos casos, um controle aparente. Contudo, esse comportamento acaba por afastar e criar uma barreira que impede que as pessoas se aproximem e ofereçam ajuda.

Cabe a nós abrir o caminho e permitir que eles cheguem até nós. Isso não expõe nenhum tipo de fragilidade, ao contrário, revela confiança e consciência dos próprios limites. E há que se entender que todos temos limites que precisam e devem ser respeitados. Isso evita desgaste e fortalece as relações com as pessoas que nos rodeiam.

É o tipo de atitude que sempre agrega benefícios a todos os envolvidos.

Pois há também aquele outro lado do pedido de auxílio, aquele pedido generoso, que tem a finalidade de contribuir com o crescimento alheio.

Quando descemos do nosso pedestal e solicitamos auxílio, mesmo sem necessitar, mas somente para demonstrar ao outro que ele é capaz, que tem potencial e competência. E de forma sutil estaremos fortalecendo a confiança e autoestima das pessoas ao nosso redor.

Quando há essa troca todos ganham, todos doam e todos recebem.

Criam-se elos e a sensação de pertencimento, que reforça vínculos e estreita laços.

Toda benevolência é uma forma de expressar amor, empatia, fraternidade, solidariedade, compaixão e respeito.

Sempre que surgir alguma oportunidade que toque o seu coração, não a perca e use sem moderação.

#pracegover foto de oito paraquedistas, vestindo macacões amarelos, saltando de mãos dadas. Abaixo deles a imagem do mar e uma cidade.


22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Limões

Distopia

Milagre