Buscar
  • Claudia Vilas Boas

A lição dos animais

Durante minhas caminhadas costumo observar a natureza ao redor.

Tudo é tão harmonioso.

Como espécies tão distintas conseguem viver em equilíbrio da forma mais perfeita?

E enquanto olho para a natureza, as plantas, os animais, e toda a beleza que nos rodeia e da qual raramente nos damos conta, eu penso: qual o sentido disso tudo?

A maioria das pessoas sequer nota a perfeição do nosso planeta, nossa verdadeira casa.

Nos achamos a raça superior e sequer atingimos um décimo dessa harmonia.

Estão sempre, quase todos, absorvidos em coisas externas a eles, em ter e parecer.

Se a vida é só isso, trabalhar, comprar, e viver de forma superficial, para que tanto capricho?

A natureza é tão perfeita, tem que ter um sentido maior.

Vejam os animais, quantas lições nos ensinam.

Impossível conviver com esses seres tão puros, que doam todo seu amor sem esperar nada em troca, e não aprender nada com isso. E não ser tocado por esse sentimento de doação.

Como não se comover com as superações de dores, abandonos, traumas, e a imensa capacidade de continuar amando e perdoando, de forma incondicional.

E me incomoda pensar que estamos vivendo tempos tão caóticos, em que uma simples divergência de opiniões já faz com que pessoas, que se dizem civilizadas e racionais, iniciem uma sequência de agressões.

Que racionalidade é essa, em que os dias passam e nos comportamos como se nossa única finalidade fosse a de suprir necessidades básicas e instintos primários?

Uma total falta de respeito pelo outro, pela sua opinião, pela sua individualidade e pela sua liberdade.

O ser humano não aprendeu a arte de conviver, de respeitar e principalmente de amar.

#pracegover #pratodosverem imagem de uma mulher de cabelos longos castanho claros, traços orientais, sentada em uma rocha, trajando um longo vestido branco, com a mão apoiada no queixo, tendo ao seu lado um grande tigre branco com listas marrons.


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ascensão