Buscar
  • Claudia Vilas Boas

Café

Minha cozinha é um dos lugares em que vivo me perdendo em pensamentos.

E hoje, sentada aqui, tomando um café fresquinho e delicioso, lá se foi meu cérebro vagueando por aí em devaneios.

Lembrei de uma metáfora que comparava a cenoura, o ovo e o café.

Os três itens quando passam pela fervura enfrentam a mesma situação, contudo os resultados são bem diferentes.

A cenoura, a princípio rígida se torna macia, mole e pode até desmanchar.

O ovo que era frágil, se torna denso, maciço.

Já o café, transforma a água em um líquido cheiroso e saboroso.

A conclusão é de que assim são as pessoas diante das dificuldades que a vida coloca em seus caminhos.

Umas se entregam, desistem, desmoronam.

Outras se transformam em pessoas amargas, endurecidas.

Mas as melhores transformam a dificuldade em oportunidade. Não perdem sua essência, e conseguem sair melhor do que eram antes da tempestade.

Tão bonito isso né?

Eu que sou louca por café, adorei essa reflexão.

E só consigo pensar em coisas positivas relacionadas a essa bebida.

A sensação de aconchego, de intimidade.

Quantas vezes precisando conversar, carecendo de um colo, de conselhos, a gente não chama aquela amiga ou amigo para um dedo de prosa ou uma tarde inteirinha para desabafar acompanhados por um bom e aconchegante cafézinho?

Ou quando queremos conhecer melhor alguém, convidamos para tomar um café.

Cafézinho para receber uma visita, ou ser gentil com um cliente.

Café de vó, recém coado no coador de pano, com bolinho de chuva. Café no bule em cima do fogão à lenha.

Que coisa boa, café também tem cheirinho de lembrança gostosa, que deixa o coração quentinho.

Parafraseando um post que li em uma rede social e do qual desconheço a autoria: “café é tão bom que deveria ser elogio”.

Melhores amigos são tão café, família unida é muito café, parceiros de vida são ótimos cafés.

Bom, minha xícara está vazia, mas em compensação eu me enchi de energia. Hora de voltar pra terra né menina? Porque o seu dia começa agora, somente depois do indispensável e necessário café.

#pracegover imagem divertida de duas xícaras brancas, com as asas e bordas vermelhas, e pernas humanas, cheias de café, caminhando por uma calçada de concreto, em sentidos opostos, tendo ao fundo um muro amarelo.


42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Limões

Distopia

Milagre